PM é penalizado por agredir torcedor durante protesto em estádio no RS

09/10/2017

Por Redação: 09/10/2017


O Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE),  responsável pelo atendimento de contravenções penais de menor potencial ofensivo que tenham ocorrido nos estádios de futebol de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, homologou acordo que estabeleceu pena de prestação pecuniária a policial militar que agrediu um torcedor do Internacional após jogo pelo Campeonato Brasileiro de 2016.


O caso ocorreu na sequência da derrota do colorado. Torcedores insatisfeitos protestaram nas proximidades do edifício-garagem, onde jogadores e dirigentes deixam seus carros. Com a intervenção da BM, um torcedor afirmou ter sido agredido na cabeça por integrante do Batalhão de Operações Especiais (BOE), mesmo estando alheio à confusão.


Na audiência de conciliação, o servidor da segurança pública aceitou a proposta de transação penal ofertada pelo Ministério Público (MP). O valor da pena pecuniária foi fixado pelo magistrado em 30% do salário mínimo nacional, a ser depositado na conta da Vara de Execuções Penas e Medidas Alternativas (VEPMA) de Porto Alegre.


Fonte: TJRS


Imagem Ilustrativa do Post: Soccer 2017 // Foto de: Maggio7 // Sem alterações


Disponível em: https://www.flickr.com/photos/chefmaggio/6154707428


Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

O texto é de responsabilidade exclusiva do autor, não representando, necessariamente, a opinião ou posicionamento do Empório do Direito.

Sugestões de leitura