49 pedras de crack não sugere apenas consumo próprio, diz TJSC

22/10/2017

Um homem flagrado com 49 pedras de crack escondidas no bolso da calça, foi condenado pela  2ª Câmara Criminal do TJ por tráfico de drogas. A pena foi fixada em seis anos e oito meses de reclusão, em regime fechado.


Em apelação, o réu sustentou a condição de usuário e disse que no dia do flagrante encontraria amigos que o aguardavam para consumirem o entorpecente. Em seu poder havia ainda um celular e R$ 21 em notas miúdas.


O desembargador relator da matéria, entendeu como coerentes as declarações dos policiais que realizaram a prisão, em consonância com as demais provas dos autos."E, ainda que o acusado seja usuário de drogas, conforme alegou, tal condição não o exime da responsabilidade penal pelo tráfico de substâncias ilícitas", concluiu o magistrado.


Fonte: TJSC


Imagem Ilustrativa do Post: man // Foto de: Eric Ferdinand // Sem alterações


Disponível em: https://www.flickr.com/photos/erix/302942066  


 


Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

O texto é de responsabilidade exclusiva do autor, não representando, necessariamente, a opinião ou posicionamento do Empório do Direito.

Sugestões de leitura