ELAS E ELE

17/03/2019

Coluna Direito e Arte / Coordenadora Taysa Matos

Para Pitágoras é o número da perfeição

Influencia a sensibilidade e a expressão

As divindades Júpiter, Netuno e Plutão

Número da democracia que representa união

 

Número perfeito para os chineses

Tríplice sistema de fases de corações tríades

Ou mais. Na liberdade das múltiplas variedades

Três dimensões sem confinamento de exegeses

 

Soma da unidade com a dupla diversidade

Agnóstica-ateia santíssima trindade

Mundo natural, religioso e filosófico

Delicioso Menages a trois caótico

 

Três pontos de ângulo amoroso,

É o símbolo mundial do pedido de socorro

De hipocrisia não morro

Para os moralistas, um triângulo indecoroso

 

Brahma, Vishnu e Shiva

Para quem não está na defensiva

Os três mosqueteiros em ação

A unidade do todo e o sentimento da mutação

 

A dualidade da manifestação

O ternário da perfeição

Cão de três cabeças de plutão

Na Grécia, Zeus, Hades e Posidão

 

Bom pensamento, boa palavra e ação

A mentira é a energia da destruição

Sem planejamento, posse ou complicação

Não há traição. Quando um ou dois não quiserem, três não serão

 

Lithium estabilizador do Nirvana

Mente, corpo, espírito na primavera

Água, terra e ar iniciando outra era

Ser flor numa novela jorgeamadiana

 

Ninguém promete futuro

Porque o futuro é incerto

O que vale é o sentimento puro

 

Coração liberto

O amanhã é escuro

Infinito fractado escrito...

 

 

Imagem Ilustrativa do Post: Medusa // Foto de: mfvazquez63 // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/32567444@N07/3113321339/

Licença de uso: https://creativecommons.org/publicdomain/mark/2.0/

O texto é de responsabilidade exclusiva do autor, não representando, necessariamente, a opinião ou posicionamento do Empório do Direito.

Sugestões de leitura