Tribunal do Júri: arte, emoção e caos

Tribunal do Júri: arte, emoção e caos

Título: Tribunal do Júri: arte, emoção e caos

Autor: Ezilda Melo

Código de Barras: 9788568972939

Páginas: 154

Valor: R$ 40,00 + Frete R$ 9,00

ISBN: 978-85-68972-93-9

COMPRAR

O presente livro tem como objetivo analisar a instituição do Tribunal do Júri e seus personagens do ponto de vista filosófico, jurídico e artístico. Para tanto, verificou-se o Direito como discurso jurídico complexo e transdisciplinar e como uma Obra Aberta. Percebeu-se o Direito pelo paradigma da emoção, subjetividade e incerteza, ao invés da razão, certeza e objetividade, usando para tanto a Teoria do Caos. O Direito foi visto como processo de espetacularização, para tanto usou-se a exploração midiática dos crimes de competência do Tribunal do Júri; também identificou-se as intersecções entre o Tribunal do Júri e a Literatura, no “Auto da Compadecida” de Ariano Suassuna. Metodologicamente a estrutura do presente livro, deu-se em formato de uma peça teatral, sendo composta por um prólogo, três atos e o epílogo. Enveredou-se pelo campo do Direito e Arte, especificamente no dialogismo entre Direito e Literatura, como proposta de perceber o processo criativo-artístico construído na representação do Tribunal do Júri na obra de Ariano Suassuna. Dentre autores de diversas formações científicas, propõe-se um estudo sobre os personagens do Tribunal do Júri, com base numa investigação legislativa brasileira do Código de Processo Penal, como também em Nietzsche, através do método apolíneo-dionisíaco, e em Ariano Suassuna, na obra “Auto da Compadecida”. Concluiu-se que a emotividade dá-se na racionalidade do Tribunal do Júri.

Título: Tribunal do Júri: arte, emoção e caos

Autor: Ezilda Melo

Código de Barras: 9788568972939

Páginas: 154

Valor: R$ 40,00 + Frete R$ 9,00

ISBN: 978-85-68972-93-9

ÍNDICE

CAPÍTULO 1

PRÓLOGO  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  .  . . 25


CAPÍTULO 2

ATO 1: O DISCURSO JURÍDICO E O DIREITO NO PALCO DA COMPLEXIDADE   . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .  . 29

  • O DISCURSO JURÍDICO NO PALCO DA TRANSDISCIPLINARIDADE E DO CAOS: A INCERTEZA (EN)CENA……………………………………………………….. 32
  • O DIREITO NO PALCO DA PÓS-MODERNIDADE: REINTERPRETANDO VELHOS PAPÉIS, SENTINDO NOVAS EMOÇÕES…………………………………………………………………… 41


CAPÍTULO 3

ATO 02: A ESPETACULARIZAÇÃO DOS CRIMES DE COMPETÊNCIA DO TRIBUNAL DO JÚRI…………………………………………………………………………. 51

  • O ESPETÁCULO DO CRIME……………………………………………………. 52
  • HISTÓRIA, RITUAL E PERSONAGENS DO TRIBUNAL DO JÚRI…………………………………………………………………………………… 62
  • O TRIBUNAL DO JÚRI COMPREENDIDO PELO MÉTODO APOLÍNEO-DIONISÍACO………………………………………… 83


CAPÍTULO 4

ATO 3: EMOÇÃO E ARTE: TRIBUNAL DO JÚRI EM ARIANO SUASSUNA……………………………………………………………………….. 93

  • A EMOÇÃO E O DIREITO………………………………………………………… 94
  • ARIANO SUASSUNA E A INVENÇÃO DO TRIBUNAL DO JÚRI EM  “AUTO DA COMPADECIDA”…………………………………… 109


CAPÍTULO 5

EPÍLOGO………………………………………………………………………………………….. 131

REFERÊNCIAS………………………………………………………………………………….. 137

POSFÁCIO………………………………………………………………………………………….151