Tags Posts tagged with "Direito Internacional"

Direito Internacional

Por Andressa Darold – 20/06/2017

A Renova Cursos irá realizar um curso de Psicologia Criminal em Cuiabá/MT.

O estudo será realizado no Mato Grosso Palace Hotel, Rua Joaquim Murtinho, 170 – Centro – Cuiabá/MT. A data prevista, de acordo com o portal Renova Cursos, é dia 09/09/2017. O curso irá tratar de tipologia das vítimas, ciência penal, artigos do código penal, investigação criminal, personalidade de um criminoso, entre outros.

Para mais informações, acesse: Renova Cursos  

Fonte: Renova Cursos


Imagem Ilustrativa do Post: Book // Foto de: Jan Murin // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/murinjan/8492876516/

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

Fonte: Renova Cursos


Por Andressa Darold – 19/06/2017

Uma das fundadoras do Black Lives Matter – movimento internacional que faz campanha contra o racismo – abordou, em entrevista ao Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), como as leis internacionais de direitos humanos podem ajudar a combater essa forma de violência.

Opal Tometi afirmou na ocasião que “é importante fortalecer a solidariedade entre movimentos e membros da sociedade civil em espaços internacionais”. De acordo com o portal da Organização das Nações Unidas, a ativista também falou que “as pessoas podem defender os direitos humanos em qualquer lugar, abordando o racismo sistêmico em seu próprio ambiente. Se as pessoas levarem a sério a luta pela justiça em seu próprio país, com parceiros e imigrantes em sua comunidade, com pessoas da comunidade internacional, acredito que veremos a aplicação dos direitos humanos a todas as pessoas. Quero incentivar nossos irmãos e irmãs a se envolverem de modo mais eficaz com esse grande conjunto de ferramentas de direitos humanos internacional, que reafirmam nossos direitos com tanta profundidade.”

Fonte: ONUBrasil


Imagem Ilustrativa do Post: Esta fotografia é uma de minhas favoritas. Participei há uns três anos, à convite com outros colegas fotógrafos, de uma exposição fotográfica beneficente organizada pelo Centro de Reintegração Familiar e Incentivo à Adoção – CRIA, onde as imagens tinha co // Foto de: RAONI BARBOSA // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/raonisbarbosa/32816335303

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

Por Andressa Darold – 15/06/2017

A Comissão Europeia irá processar os governos da Hungria, Polônia e República Tcheca por não cumprirem “obrigações legais” relacionadas ao acolhimento de requerentes de asilo.

Os três Estados-membros mencionados não obedeceram a distribuição dos requerentes de asilo solicitada pela União Europeia. O plano era direcionar 160 mil refugiados, em dois anos, para o resto das nações do bloco.

De acordo com a Agence France Presse, o comissário para as Migrações afirmou, em conferência de imprensa no Parlamento Europeu, que todos os meios foram esgotados.

Os processos judicias, que serão acionados na quarta-feira, podem resultar em sanções financeiras severas.

Fonte: Agence France Presse


 Imagem Ilustrativa do Post: IMG_4202 // Foto de: Trocaire // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/trocaire/9365116234

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

Por Andressa Darold – 14/06/2017

O grupo de refugiados, que cometeu o ataque incendiário contra um sem-teto no último Natal, foi condenado nesta terça-feira (13) em Berlim.

De acordo com a Deutsche Welle, o jovem de 21 anos, considerado principal culpado, foi condenado a dois anos e nove meses de prisão por tentativa de lesão corporal grave. Considerados cúmplices do crime, os envolvidos receberam penas juvenis de oito meses de condicional; outros dois jovens, por não terem prestado socorro, foram condenados a quatro semanas de prisão domiciliar e trabalho comunitário.

O sem-teto polonês, que estava em um banco da estação de metrô Schönleinstrasse, saiu ileso do ataque com a ajuda de pedestres que extinguiram as chamas.

O réu principal, condenado a dois anos e nove meses de prisão, afirmou que “apenas assustar o homem com um pequeno foguinho” ao atear fogo em um lenço de papel.

Fonte: Deutsche Welle


 Imagem Ilustrativa do Post: bundestag  // Foto de: Michael Pollak // Com alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/michaelpollak/6044933311/

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

Por Andressa Darold – 13/06/2017

Um projeto de lei norueguês que visa proibir o uso da burca em creches, escolas e universidades foi apresentado nesta segunda-feira (12).

De acordo com a Deutsche Welle, o ministro da Educação da Noruega afirmou que “roupas que cobrem o rosto impedem a comunicação, que é determinante para alunos e estudantes em seus aprendizados. Nós não queremos que elas sejam usadas em creches, escolas e universidades”, concluindo que o país é “uma sociedade aberta, onde todos devem poder se ver mutuamente.”

A proposta depende de aprovação parlamentar. Caso o governo adote o projeto, funcionários e estudantes que utilizarem burcas estarão sujeitos a perder  empregos e cursos.

Fonte: Deutsche Welle


 

Imagem Ilustrativa do Post: Islam in der Stadt // Foto de: Metropolico.org // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/95213174@N08/17089448870/

Licença de uso: https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/

Por Andressa Darold – 12/06/2017

Uma francesa está processando a prefeitura de Paris por “danos provocados a sua saúde”, alegando que a poluição da cidade desencadeou seus problemas respiratórios.

A parisiense, que mora na capital há 30 anos, quer uma indenização de 140 mil euros. De acordo com a BBC, o advogado de Clotilde Nonnez afirmou ao jornal “Le Monde” que estão “responsabilizando o Estado porque acreditamos que os problemas médicos vividos pelas vítimas da poluição são resultado da falta de ação por parte das autoridades”.

Apesar de o governo francês instituir medidas para reduzir a poluição, Paris apresenta quase o dobro de partículas finas em suspenso no ar recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

Fonte: BBC


 Imagem Ilustrativa do Post: La parisienne // Foto de: Cedric Lange // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/cedpics/33820265662/

Licença de uso: https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/legalcode

Por Andressa Darold – 11/06/2017

Quatro membros da Igreja da Cientologia foram presos por extremismo em São Petersburgo.

De acordo com a Agence France Presse, os adeptos foram acusados de  “extremismo”, “afronta à dignidade humana” e “comércio ilegal”.

A organização, registrada no país em 1994, teve publicações de cunho “extremista”, de acordo com a justiça da Rússia.

Fonte: Agence France Presse


Imagem Ilustrativa do Post: Church of Scientology Moscow // Foto de: Scientology Media // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/scientologymedia/5937368522/

Licença de uso: https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/legalcode

Por Andressa Darold – 10/06/2017

A Embaixada dos Estados Unidos está oferecendo um  curso online e gratuito para estudantes brasileiros que possuam interesse na área de “STEM” – Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. A iniciativa é do Escritório de Educação e Cultura do Departamento de Estado dos EUA e da Universidade da Pennsylvania.

O curso MOOC (Massive Open Online Course) está com as inscrições abertas até dia 10 de junho. Os estudantes, diante desta oportunidade, poderão aumentar sua  proficiência na língua inglesa focando em sua área profissional de interesse. De acordo com o portal da Embaixada e Consulado dos EUA no Brasil, as acadêmicos poderão analisar estudos sobre aplicações da nanotecnologia e fontes de energia alternativa.

Inscrição disponível no site: https://www.coursera.org/learn/stem/

Para mais informações, acesse: USEmbassy 

Fonte: Embaixada e Consulado dos EUA no Brasil


Imagem Ilustrativa do Post: The Flag of the United States  // Foto de: Sam Howzit // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/aloha75/4533114049/

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

Por Andressa Darold – 08/06/2017

Apresentamos sugestões literárias realizadas por duas das mais renomadas universidades internacionais. Confira três das indicações:

1 – Letters to a Law Student: A Guide to Studying Law at University

A obra de Nicholas McBride, recomendada pela King’s College Cambridge, serve como guia para estudantes de direito, ensinando métodos de estudo, como se preparar para seus exames e pensar no seu futuro. McBride, professor na Pembroke College, disponibiliza dicas que auxiliam acadêmicos durante a jornada do curso de Direito.

2- Full Disclosure: The New Lawyer’s Must-Read Career Guide 

O livro de Christen Civiletto Carey, presente nas indicações da Harvard Law School, traz informações extremamente utéis e que todo advogado deveria saber no início de sua carreira. A obra analisa a rotina de um escritório de advocacia, trazendo experiências vividas pela autora.

3- What about Law

A obra  de Catherine Barnard, Graham Virgo, Janet O’Sullivan, Mark Elliot, Kevin Gray e Tony Weir é recomendada pela Southampton University e também consta na lista de indicações da King’s College Cambridge. O livro What about Law, a partir de experiências reais, busca identificar possíveis campos de atuação para graduados em Direito.

Fontes: The Guardian King’s College Cambridge Harvard Law School


Imagem Ilustrativa do Post: Book // Foto de: Jan Murin // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/murinjan/8492876516/

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode

Por Andressa Darold – 07/06/2017

Um caso sobre direitos de privacidade e obtenção de dados de aparelhos telefônicos, analisado pela Suprema Corte dos Estados Unidos, pode fazer com que mandados judiciais sejam necessários para ter acesso à informações encontradas em celulares.

Utilizados em investigações criminais, dados de localização de telefonia móvel podem revelar locais onde suspeitos estiveram e ajudar a responder questionamentos.

Um homem que foi condenado por realizar assaltos à mão armada  – e teve dados de seu celular utilizados nas investigações – alegou que a obtenção de informações através de aparelhos telefônicos viola a Quarta Emenda da Constituição dos Estados Unidos, comparando o ato com busca e apreensão.

Fonte: Reuters


Imagem Ilustrativa do Post: (2017.02.21) Lançamento do App… // Foto de: Prefeitura de Itapevi // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/prefeituradeitapevi/32218178733/

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode