“Propriedade Intelectual e Sensoriamento Remoto: A proteção jurídica das imagens geradas por...

“Propriedade Intelectual e Sensoriamento Remoto: A proteção jurídica das imagens geradas por satélites”, de Mikhail Cancelier

Por Redação – 09/07/2017

O livro “Propriedade Intelectual e Sensoriamento Remoto: A proteção jurídica das imagens geradas por satélites”, de Mikhail Cancelier, foi publicada pela Editora Empório do Direito.

Confira a descrição da obra, segundo Wilson Pinheiro Jabur:

Foi com muita satisfação que recebi o honroso convite para apresentar o livro de Mikhail Cancelier, brilhante aluno do qual tive o privilégio de ser professor no curso de Propriedade Intelectual do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu do GVlaw, da fundação Getulio Vargas.

O interesse de Mikhail pelo tema do sensoriamento remoto já havia sido demonstrado em seu trabalho de conclusão de curso da graduação em direito do CESUSC, oportunidade em que analisou comparativamente as legislações brasileira e norte-americana que regulamentam a tecnologia de sensoriamento remoto.

O autor, aqui, também nos brinda com uma obra sobre a questão do sensoriamento remoto, agora, contudo, analisando a proteção jurídica das imagens geradas por satélite sob a perspectiva da propriedade intelectual. Esta relevante obra é a consolidação da pesquisa desenvolvida no mestrado cursado na Universidade Federal de Santa Catarina, sob a orientação do Professor Doutor Luiz Otávio Pimentel, em 2013.

Apesar de sua extrema relevância, o tema ainda é pouco explorado na doutrina brasileira, o que torna esta obra ainda mais imprescindível para aqueles que pretendem entender melhor as relações jurídicas que envolvem novas tecnologias de satélites, em especial o sensoriamento remoto, e as implicações em termos de propriedade intelectual quanto ao resultado delas.

O autor apresenta conceitos da propriedade intelectual, combinando-os com os de sensoriamento remoto para estudar as compatibilidades e inconsistências entre os esquadros normativos atualmente existentes, em contraponto com as peculiaridades do sensoriamento e seus produtos, notadamente as imagens.

Além disso, o autor se preocupa em analisar as práticas de mercado, isto é, como os contratos tem sido firmados para regular as relações entre provedores e os tomadores (ou encomendantes) desses serviços, assim como o enquadramento jurídico que as partes têm entendido por mais adequado.

Nesta obra, o autor elegeu como objeto de estudos um nicho da tecnologia espacial em pleno crescimento, que, contudo não recebe maior atenção dos estudiosos do direito no que tange à regulamentação de suas atividades e tão pouco, de seus produtos. O estudo desenvolvido permitiu a verificação do que é possível encontrar no mercado de imagens produzidas por satélite, características dos mercados de obras protegidas pela propriedade intelectual.

Essa visão inovadora adotada pelo autor é que faz deste livro uma obra única e imprescindível para todos os juristas e profissionais ligados à tecnologia espacial e à propriedade intelectual.

Convido, assim, todos à prazerosa leitura desta obra que muito contribuí para a expansão dos limites da propriedade intelectual.


MIkhail Cancelier

O autor:

Mikhail Cancelier é professor substituto de Direito Civil na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGD/UFSC). Mestre em Direito e Relações Internacionais pelo PPGD/UFSC. Advogado. Autor de “Sensoriamento remoto e direito espacial: estudo comparativo entre as legislações brasileira e norte americana. Florianópolis / SC: Lagoa Editora, 2010”. Membro do Grupo de Pesquisa em Tecnologia da Informação Jurídica (NUPED).


Conheça mais sobre a obra na entrevista realizada com o autor pelo Empório do Direito.


Para garantir seu exemplar da obra, acesse aqui.propriedade intelectual


Tem interesse em publicar seu livro????

Entre em contato através do email: editora@emporiododireito.com.br

Confira nossas publicações aqui.