Meritíssimo… Porque tantos méritos?

Meritíssimo… Porque tantos méritos?

meritos

Título: Meritíssimo… Porque tantos méritos?

Autor: Cyro Marcos da Silva

Código de Barras: 9788568972793

Páginas: 216

Valor: R$ 38,00 + Frete R$ 8,00

ISBN: 978-85-68972-79-3

COMPRAR

Eis aí um novo livro: Meritíssimo… por que tantos méritos?  Este é o título de um trabalho meu que está aí no livro. É como se endereçavam a este juiz quando recebia, durante alguns anos esta forma de tratamento. E é como todos ainda  se dirigem aos juízes; me-ri-tís-si-mo! Se um juiz é assim denominado, assim tratado, pode-se perguntar: por que tantos méritos? De que posição se lhe supõem tantos méritos? E que méritos são estes? Isto advém da sua função simbólica, como é de se esperar, ou de incensos narcísicos com que muitos deles gostam de se enfumaçarem, de se alimentarem? Passadas mais de duas décadas da data  em que fiz esta palestra lá em Belo Horizonte, a convite da Amatra,  as questões que ali coloco continuam pulsando, ainda sempre nascedouras, vivas, incomodando e desalojando os que por elas  se deixem afetar. Melhor seria se os que forem afetados fossem os próprios juízes. Ou os que vierem um dia a ocupar este lugar. Afinal, foi por ter passado por este lugar que me autorizei a escrever sobre isto. Com estes textos, faço existir um livro. Mais um.  Fui juntando as palestras que fiz por aí afora durante um tempo e aqui as reuni. Todas as palestras falando de Direito e Psicanálise. Algumas estão mais “datadas” e pode ser até que a parte técnica do Direito tenha sido alterada. Como a parte teórica tem mutações mais lentas, certamente estará mais  preservada. Resolvi não retocar, não readaptar aos tempos. Prefiro o sabor e o cheiro da história que venha a exalar do folhear das páginas. Outros textos estão como se eu os tivesse escrito ontem. Ou hoje mesmo. Alguns enunciados, é bem possível, talvez pudessem ser revisados. Outros não. Prefiro deixar este exercício ao leitor. Porque não é um livro didático. É um livro de alguém que, tendo pertencido ao Ministério Público e à Magistratura, e depois exercendo um trabalho clínico psicanalítico, escreveu e falou estes textos, todos eles remarcados pela incidência do discurso analítico. Vou deixá-lo assim.

Título: Meritíssimo… Porque tantos méritos?

Autor: Cyro Marcos da Silva

Código de Barras: 9788568972793

Páginas: 216

Valor: R$ 38,00 + Frete R$ 8,00

ISBN: 978-85-68972-79-3

ÍNDICE
 
CAPITULO 1 OVO DE INDEZ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
CAPITULO 2 CARTA AOS CALOUROS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .25
CAPITULO 3 A NOÇÃO DE NATURAL NO DIREITO ROMANO . . . . . . . . . . . 33
CAPITULO 4 O DIREITO PROCESSUAL E OS LÍRIOS DO CAMPO . . . . . . . . . 37
CAPITULO 5 DESAMPARO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51
CAPITULO 6 MESTRE ( MERITÍSSIMO! ) : POR QUE TANTOS MÉRITOS? (AMATRA- MARÇO 2004) . . . . . . . . . . . 63
CAPITULO 7 O CRIME NÃO PEDE CURA, PEDE RESPOSTA . . . . . . . . . . . . . . 71
CAPITULO 8 QUANDO EU É REI . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 87
CAPITULO 9 O QUE SE FALA DEPENDE DE QUEM ESCUTA . . . . . . . . . . . . .97
CAPITULO 10 LUGAR DE JUIZ (AMAERJ) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103
CAPITULO 11 EDUCAR OU PUNIR? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 115
CAPITULO 12 ENTRE O CODIFICADO E O ESTATUÍDO: ENTRE O MENOR E A CRIANÇA E ADOLESCENTE . . . . . . 119
CAPITULO 13 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O DIREITO, SOB O EFEITO DE UM TRABALHO ANALÍTICO . . . . 127
CAPITULO 14 NÓS E FALHAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 139
CAPITULO 15 AFFECTIO SOCIETATIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 143
CAPITULO 16 O DISPOSITIVO JURIDICO E A RESPONSABILIDADE DE SEUS APLICADORES .. . . . . . . . 151
CAPITULO 17 AFFECTIO SOCIETATIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159
CAPITULO 18 PRIMEIRO TRABALHO DO CARTEL “KANT COM SADE” . . 165
CAPITULO 19 ANTÍGONA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 169
CAPITULO 20 A FAMÍLIA NO DIVÃ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 177
CAPITULO 21 DROGAS: O QUE SE JULGA? DE QUE SE TRATA? . . . . . . . . . . 183
CAPITULO 22 PARAR PARA PENSAR OU PENSAR PARA PARAR . . . . . . . . . . 193
CAPITULO 23 ESPETÁCULO SEM CERIMÔNIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199
CAPITULO 24 CRIME E CASTIGO OU CASTIGO E CRIME? . . . . . . . . . . . . . . . 207
CAPITULO 25 DIANTE DO LIVRO . . . . . . . . . . . . . . 211