Corte Suprema israelense determina que mulheres podem administrar tribunais rabínicos

Corte Suprema israelense determina que mulheres podem administrar tribunais rabínicos

Por Andressa Darold – 17/08/2017

Foi determinado nesta quarta-feira, pela Corte Suprema Israelense, que mulheres poderão administrar tribunais rabínicos, função que até agora só era desempenhada por homens.

De acordo com a agência francesa de notícias Agence France Presse, o juiz da Corte Suprema afirmou que “Em uma época na qual as mulheres exercem funções importantes no setor público, não se pode aceitar que não possam ser candidatas ao posto de diretoras administrativas nos tribunais rabínicos”.

As mulheres, consideradas aptas para assumir a direção administrativa dos tribunais pela justiça israelense,  seguem proibidas de  desempenhar a função de juiz.

 

Fonte: Agence France Presse


 Imagem Ilustrativa do Post: I Create because it Helps Me Not Consume … It is Helping Me Find a Balance … A World Gone Crazy Selling You Stuff / Moments in Nature // Foto de: Surian Soosay // Sem alterações

Disponível em: https://www.flickr.com/photos/ssoosay/7243934050/

Licença de uso: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode